AOS PROPRIETÁRIOS DE ANIMAIS

HOME

A VETERINÁRIOS HOMEO PATAS é uma clínica homeopática.

Homeopatia é a medicina que trata os pacientes pela lei dos semelhantes, ou seja, para alguém que está doente e com os sintomas 1,2 e 3, dá-se um remédio que tenha produzido em experimentos controlados os sintomas 1, 2 e 3. As pesquisas mostraram que este é o melhor método de cura, o mais suave e o mais rápido. É, isso mesmo, o mais rápido para curar pacientes e não apenas doenças.

Homeopatia não tem nada a ver com fitoterapia [plantas medicinais], chás, ou fé e sugestão [a veterinária prova isso].

 

UM POUCO DE HISTÓRIA...

Essa nova medicina foi desenvolvida no século XVIII pelo médico alemão Samuel Hahnemann. Ele observou que a cinchona curava os doentes de malária e também produzia os mesmos sintomas em pessoas saudáveis. Experimentou com outras substâncias e verificou que o fato se repetia infalivelmente, confirmando o que já dizia Hipócrates [o 'Pai da Medicina'] como possibilidade. Assim descobriu que essa era uma lei natural.

Os experimentos se multiplicaram e as bases científicas de sua utilização prática foram descobertas e registradas. Homeopatia é, portanto, uma medicina de base estritamente científica, na qual as teorias nada valem se não forem comprovadas no doente.

Pode-se verificar alguns destes aspectos com fatos do dia a dia: o café é usado para tirar o sono, no entanto a Coffea cruda [planta do café], preparada homeopaticamente, tem a insônia como forte sintoma; as vacinas são um método parecido com a Homeopatia, chamado isopatia [doença igual].

 

COMO ELA ENCARA O DOENTE?

Se alguém se apresenta para um tratamento alopático querendo tratar um problema de pele e esse indivíduo também sofre ou vem a sofrer do coração, o sucesso alopático pode resumir-se ao sumiço das lesões da pele e permanecer o coração como estava, ou pior. Para o homeopata isso é fracasso. A Homeopatia cura de dentro para fora, do mais importante para o menos importante. Parece lógico que alguém sofrendo do coração e da pele, não estará curado se o coração [órgão mais importante] continuar doente. Dos 'órgãos', o mais nobre é a mente, o que determina como pensamos, agimos e sentimos. Ou você acha que animais não pensam? Ninguém foi feito para sofrer, ter medo, agredir os outros [não confundir agressão com defesa] etc., na veterinária só a Homeopatia pode resolver estes problemas.

Cada paciente é único, não se divide, o remédio de um não serve para outro que tenha a mesma doença se não por obra do acaso. Ela é tão diferente que, se fôssemos exatos, não diríamos que hepatite, cinomose etc. são doenças, mas apenas um conjunto de sintomas. Doença é sofrer como Pulsatilla, Coffea cruda etc..

Para chegar ao diagnóstico, o homeopata precisa conhecer o máximo possível do paciente, não o que é comum à espécie, mas o que o diferencia dos outros. Todo cachorro late e gosta de carne. Ah! O seu não gosta de carne?! Isto serve. Seu gato adora tomar banho? Isto também serve. Mas, seu gato não gosta de banho? O meu também não e quase todos.

 

EM QUE SE BASEIA?

A Homeopatia baseia-se numa filosofia vitalista, todo ser vivo possui uma energia que o mantém vivo, a energia vital. Não adianta juntar órgãos de vários indivíduos e fazer uma cirurgia perfeita, não vai ter vida.

 

DIFERENÇAS...

Há muitas diferenças entre alopatia [cura pelos diferentes] e homeopatia.

Alopatia: usa remédios 'anti' [antitérmico, antinflamatório etc.]; o tratamento só visa a doença clínica; as experiências são geralmente feitas em animais e ou pessoas doentes; muitas drogas são usadas no limite tóxico, com "efeitos colaterais" que é um modo "suave" para dizer intoxicações; os remédios são escolhidos para a doença e os que sofrem da mesma doença tomam os mesmos remédios.

Homeopatia: visa curar O DOENTE; usa remédios semelhantes ao paciente; as experiências são feitas em pessoas sadias e não em animais [que vingança, né?]; as drogas são incrivelmente diluídas e dinamizadas, não ocorre intoxicação, atuam por energia; os remédios são individualizados. Por isso a consulta homeopática dura muitíssimo mais do que a alopática. Um alopata pode atender bem a 4 consultas ou mais por hora, o homeopata faz 1 consulta em no mínimo 1 hora, às vezes em 3 h. [Será que é por isso que homeopata não fica rico?].

 

SÓ SERVE PARA CERTOS CASOS E É MUITO LENTA?!

A Homeopatia não trata apenas com doenças leves ou crônicas, trata também as graves e agudas. Enfim, qualquer caso curável pode ser curado homeopaticamente. A resposta é proporcional à doença, quanto mais rápido tiver se instalado o quadro, mais rápida será a resposta à Homeopatia e vice versa. Mas isso se refere ao quadro de doença atual, doença como chamada comumente [parvovirose por ex.], para fazer uma verdadeira cura homeopática o tempo é maior. Porque um animal que é levado ao veterinário aos 5 anos, com um quadro agudo grave, está doente há muito mais tempo. Casos crônicos são sempre mais demorados.

 

CONTINUAÇÃO DO TRATAMENTO

O problema agudo vai se resolver rapidamente, mas o homeopata pede ao cliente que traga o paciente outras vezes à consulta, pois sabe que há o paciente a ser curado. Muitos proprietários não sabem disso e não deixam que seus animais recebam o que de melhor a medicina atual pode proporcionar, o equilíbrio de todo o organismo, mente/corpo. Isto fará com que ele não seja mais tão predisposto a adoecer por causas como gorduras, frio, germes etc.

No início do tratamento homeopático pode haver intensificação passageira dos sintomas ou aparecimento de reações naturais de defesa e exoneração [diarréia, vômito, erupções de pele etc.]. Essas reações devem ser acompanhadas pelo veterinário, ele saberá se elas são reações de melhoria ou não, em geral são. A melhora se dará inicialmente no plano mental, depois no físico geral e só depois no local. Do mais importante para o menos importante, na ordem inversa de seu aparecimento.

Quem escolheu tratar seu animal pela Homeopatia não deve interromper o tratamento quando achar que a melhora já ocorreu, caso contrário os benefícios conseguidos irão desaparecendo com o tempo. Só o homeopata pode dizer quando o paciente está curado. O tratamento exige um acompanhamento para ver o efeito do medicamento escolhido, podendo ser trocado ou redosado. Nem sempre é possível, e quase nunca é, identificar o medicamento e potência corretos em uma ou poucas consultas. Este é um trabalho de estudo e observação.

Muitas vezes há melhorias que o proprietário não percebe, o humor melhora, o bichinho está mais animado, voltando a fazer coisas que fazia quando mais jovem... mas a danada da lesão de pele continua lá! Calma, a cura é do mais importante para o menos importante. Lembra? Não desista, o resultado compensa.

Nem sempre o veterinário vai receitar em toda consulta, ele pode simplesmente dizer: tem que esperar. Não se deixe levar pela falsa idéia de que todo médico tem que passar remédio, senão a consulta não valeu. Médico não é receitador e nem vendedor de remédio!!

 

QUEM É VETERINÁRIO HOMEOPATA?

O veterinário homeopata é um veterinário igual aos outros, fez a mesma faculdade. Só que depois disso ele continuou estudando, fez pós-graduação de 3 anos em homeopatia e prestou uma prova para obter o título de especialista.

 

COMO GUARDAR O REMÉDIO

O medicamento deve ser guardado em local seco, sem calor nem luz solar direta, sem cheiros fortes, nem radiação [televisão, rádio, raio x etc.], para evitar que haja inativação. Medicamento homeopático é energia. Se bem conservado, dura muitos anos.

 

PODE-SE DAR REMÉDIO HOMEOPÁTICO POR CONTA PRÓPRIA?

Não há lei que proíba comprar medicamento 'homeopático' sem receita, mas esse é um jogo de azar, às vezes se perde [os donos de cassino adoram]. Mas depois de tudo que você leu, acha que está em condições de identificar qual é o remédio de seu animal?

Pacientes muito medicados são de difícil controle, principalmente se as doses foram contínuas e isso vale para alopatia também. Pois, aos sintomas originais somam-se os dos medicamentos que estavam sendo tomados e vira uma teia de intrincado desenrolar.

 

ALGUMAS VANTAGENS DA HOMEOPATIA

1. Cura rápida, suave e duradoura;

2. não é tóxica;

3. estimula as defesas do organismo;

4. valoriza o paciente como um todo e não apenas seus órgãos;

5. pode retardar o aparecimento de doenças hereditárias;

6. reduz a predisposição a adoecer;

7. evita muitas das cirurgias;

8. atende casos com diagnóstico não esclarecido pela medicina convencional;

9. é capaz de restabelecer o equilíbrio antes que surjam lesões em órgãos e tecidos, valorizando os sintomas mentais e sensoriais, que são os primeiros a surgir;

10. cura todo o paciente.

 

ATENÇÃO

Só compre em farmácia que tenha farmacêutico homeopata presente, esta é uma obrigação ética profissional. E se disserem que não têm aquele medicamento ou dinamização mas têm outro, troque de farmácia.

Não utilize o remédio que serviu para outra 'doença igual', só por acaso ele irá atuar no seu animal.

Não utilize e nem suspenda medicamentos alopáticos que vinham sendo usados anteriormente sem consultar o veterinário homeopata.

 

FINALMENTE

Todo animal tem direito à saúde, e são indispensáveis a vida ao ar livre, espaço e longos passeios. Quando o ser humano pega um animal para cuidar, ele assume uma obrigação moral, torna-se responsável por um ser único no Universo.

Os animais dão amor, companhia, carinho, alegria, atenção, importância, muitos são vigias eficientes e não têm férias ou feriados. Só o que pedem em troca é abrigo, alimentação e saúde.

Dr. Elias Carlos Zoby

R. Natal, 308. Farol. Maceió - AL.
(82) 3338-4439 / 3338-1535